Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Análise

Senadora Kátia Abreu, que votou contra decreto de armas, confessa que tem arma em casa

Durante a sessão do Senado Federal que rejeitou o decreto das armas de Bolsonaro, a senadora Kátia Abreu (PDT-TO) fez um discurso inflamado contra o direito do cidadão possuir armas para defender sua família, sua propriedade e a própria vida.

A senadora, ignorando a realidade e o número de brasileiros que morrem anualmente — vítimas dos mais variados crimes, baseou seu voto contrário ao decreto dizendo que, pelo fato do governo não ter condição de fiscalizar o armazenamento das armas, crianças e deficientes correriam risco de se acidentar e, inclusive, associou à posse de armas um possível aumento no índice de assassinato de mulheres.

“Criei meus filhos sozinha, aos 25 anos de idade, morando numa fazenda, sem marido, viúva, criei meus três filhos sem dar um tiro se quer. Não precisei dar tiro, em uma fazenda”, disse a senadora.

“Desarmamento para vocês, armas e seguranças para mim”

A internet não perdoou a falácia de Kátia Abreu e encontrou uma entrevista com a jornalista Andrea Saddi, da GloboNews, na qual a mesma parlamentar confessa que possui uma arma em sua fazenda no Tocantis, pois se sente mais segura e com condição real para proteger seus filhos de um possível crime.

Ou seja, para a senadora, os brasileiros não têm capacidade para possuir armas e se defender. No entato, ela e sua família, sim.

Assista ao trecho da entrevista em que Kátia Abreu diz ter uma arma em sua fazenda para proteger sua família:

Esse vídeo resume perfeitamente a hipocrisia da maioria dos políticos de “centro” e esquerda que transformam as sessões do Congresso Nacional numa grande peça de Teatro, onde políticos/atores procuram se superar nas mentiras, hipocrisias e interpretações a fim de conquistar o personagem principal: o menino Pinóquio.

Chegará o dia em que não seremos obrigados a assistir esse show de horrores e encenações  na política brasileira.

Assim espero!

Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Últimas

Segmento de defesa e segurança gera 2,9 milhões de empregos no Brasil.

Congresso

Pré-candidato ao Planalto disse estar pronto para ser 'protagonista de um projeto' em 2022.

Mundo

Autoridades do país não descartam ter sido alvo de terrorismo.

Judiciário

STF julga ações que questionam posse, compra, registro e tributação de armas e munições.