Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Congresso

Chamado de ditador, Lira ameaça retirar deputado do PSOL do plenário

Presidente da Câmara e Glauber Braga discutiram durante sessão legislativa.

Pablo Valadares | Agência Câmara

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e o deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) se envolveram em um bate-boca no plenário da Casa Legislativa nesta última terça-feira (31).

A confusão começou durante a orientação de bancada sobre a Medida Provisória (MP) 1.095, que põe fim a incentivos tributários para a indústria petroquímica.

Ao tomar a palavra a Braga para deliberar sobre a proposta, o psolista disparou ataques ao colega. “Senhor Arthur Lira, eu queria saber se o senhor não tem vergonha, gostaria de saber se o senhor não tem vergonha”, iniciou.

Logo em seguida, o presidente da Câmara desativou o microfone do congressista e disse que ele não poderia realizar insultos contra seus pares.

“Eu peço que o senhor se contenha. Não, não vou lhe calar, eu estou pedindo que o senhor se contenha, faça suas críticas, faça seus comentários, agora não venha com palavras de baixo calão que só só falta o senhor chamar qualquer deputado pra briga nesse plenário. O senhor está exagerando há muito tempo […] Eu vou abrir, se o senhor falar e faltar com o respeito com o respeito de novo, eu lhe corto o microfone, viu? O senhor tá muito mal acostumado nessa casa…”, rebateu Lira.

Durante a réplica de Lira, Braga continuou gritando, e o clima em plenário esquentou ainda mais. A discussão continuou até que o presidente da Casa declarou que o parlamentar responderia no Conselho de Ética.

Posteriormente, o esquerdista aproveitou um microfone aberto e disparou: “Não adianta, eu não vou deixar de fazer o uso da palavra, eu não vou ser calado por um ditador nessa sessão”.

Após respirar fundo, Arthur Lira fez sua última advertência e disse que poderia mandar retirá-lo do espaço, indicando que poderia acionar a Polícia Legislativa.

“Vou fazer um aviso e ele pode fazer o carnaval que ele quiser, se ele continuar faltando com o respeito à Casa ou a qualquer deputado aqui, como é, de novo, useiro e vezeiro, eu usarei de medidas mais duras para retirá-lo do plenário”, afirmou.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Congresso

Presidente da Câmara criticou pressão e disse que não há necessidade de se manifestar a todo momento.

Congresso

Nos bastidores, o clima de atrito vem diminuindo.

Congresso

Presidente da Câmara sugeriu tributar lucro dos acionistas e investigar diretores.

Congresso

PL entrou com pedido de cassação contra deputado do Psol.

----- CLEVER ADS -----