Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Congresso

Omar Aziz dá voz de prisão a ex-diretor do Ministério da Saúde durante depoimento

“Não vou aceitar que a CPI vire chacota. Ele está preso e a sessão está encerrada”, disse o presidente da Comissão.

Edilson Rodrigues | Agência Senado

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), mandou prender Roberto Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde.

A detenção foi determinada às 17h25min desta quarta-feira (7), durante o depoimento do ex-diretor. O parlamentar acusou Dias de mentir e omitir informações aos congressistas.

Momento em que Aziz declara voz de prisão contra Dias | Imagem: Marcos Oliveira (Agência Senado)

“Ele vai ser recolhido agora pela Polícia Legislativa do Senado. Ele está mentindo desde a manhã, dei chance para ele o tempo todo. Pedi por favor, pedi várias vezes. E tem coisas que não dá… Os áudios que nós temos do Dominghetti são claros […] O senhor fez um juramento, o senhor está detido pela presidência da CPI”, anunciou Aziz.

“Não vou aceitar que a CPI vire chacota. Nós temos 527 mil mortos e os caras brincando de negociar vacina. Ele está preso por mentir. E, se eu tiver cometendo abuso de autoridade, que a advogada dele ou qualquer outro senador me processe, mas ele está detido, em nome do Brasil, porque nós não estamos aqui para brincar. Ele que recorra na Justiça. Ele está preso e a sessão está encerrada”, finalizou.

ASSISTA AO MOMENTO

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Corte seguiu PGR, que avaliou não existirem indícios que justifiquem abertura de ação penal.

Congresso

Leitura dos requerimentos em plenário será feita ainda esta semana.

Congresso

Há pelo menos quatro pedidos de abertura de investigação na Casa.

----- CLEVER ADS -----