Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Congresso

Um país unido não se faz com discursos oportunistas, diz Pacheco

Sem mencionar nomes, parlamentar volta a falar em harmonia entre os Poderes.

Jefferson Rudy | Senado Federal

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), tem recebido uma série de críticas nos últimos meses, especialmente da Câmara. Nomes da base aliada do governo têm dito que ele parece não estar disposto em destravar pautas que estão demorando para receber aval dos senadores.

Em resposta, Pacheco rebateu críticas e afirmou que um país unido não se faz a partir de “discursos oportunistas”.

Para ele, é visível que há ataques “gratuitos” em período eleitoral e de falas que criminalizam a política.

“Ainda mais quando essas críticas recaem sobre um Congresso que entregou e continua entregando reformas que estavam engavetadas fazia anos beneficiando, principalmente, municípios e estados no momento de crise aguda”, escreveu o senador em post nas redes sociais.

O presidente do Senado não fez menções a quem ele estava se referindo. No entanto, os últimos posicionamentos dele têm sido em favor do Judiciário, especialmente no confronto entre a Suprema Corte e o Palácio do Planalto.

Na sexta (20), Jair Bolsonaro (PL) teceu críticas contra Pacheco, dizendo que tem visto uma atuação parcial em relação ao conflito entre os Poderes. O mandatário, contudo, foi responsável por apoiar a eleição do senador à presidência do Senado, mesmo ciente de que o parlamentar não possuía alinhamento suficiente com o governo.

Vale lembrar, em especial, que o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) foi um grande articulador pró-Pacheco. O filho 01 disse, à época, que o político mineiro tinha um “perfil responsável e ponderado”, declarando voto abertamente nele.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Congresso

Instalação do colegiado ainda depende de Pacheco, que precisa ler o documento em plenário.

Política

Presidente do Senado e ex-ministra do Meio Ambiente conversaram durante evento em Portugal.

Congresso

Líder da oposição obteve 28 assinaturas para investigar o Ministério da Educação.

Congresso

Presidente do Senado afirmou que a situação dos combustíveis está saindo do controle.