Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Exclusivo

Documento sigiloso da Justiça de SP comprova que Suzy/Rafael são a mesma pessoa

Na semana passada, o Fantástico, da Rede Globo, apresentou uma reportagem de Drauzio Varella em que fala sobre uma transsexual que está há cerca de oito anos sem receber qualquer visita na penitenciária.

O que a Rede Globo não contou ao telespectador é que ‘Suzy’, cujo nome de batismo é Rafael Tadeu de Oliveira Santos, cumpre pena por estuprar, estrangular e esconder o cadáver de uma criança de 9 anos.

O Conexão Política teve acesso a um processo do Tribunal de Justiça de São Paulo e produziu um matéria especial contendo o resumo do crime cometido pela transsexual.

Leia a matéria exclusiva clicando AQUI.

Detalhamos depoimentos de testemunhas, falamos sobre a denúncia do Ministério Público, e ao final, conversamos com a advogada responsável pela execução criminal de Suzy.

Mesmo com documentos contendo detalhes do crime cometido em 2010 e com a própria advogada admitindo os delitos contra uma criança, houve quem duvidasse ser Rafael/Suzy a mesma pessoa.

Diante disso, por meio de uma fonte sigilosa, obtivemos acesso aos autos de execução penal de Suzy.

O documento que será postado abaixo trata-se de uma declaração assinada pelos diretores da penitenciária onde a transsexual está detida e refere-se a uma entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

No texto, Suzy afirma que está de acordo em ser entrevistada e concorda com a divulgação de seu teor.

No documento, ela ainda afirma que sua “integridade físcia e psíquica se encontra preservada; declara não possuir problemas de relacionamento com os sentenciados aqui custodiados; declara não possuir problemas com os funcionários e com a diretoria da Unidade Prisional”.

CONFIRA

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

O relator da Revisão Criminal de Suzy no Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Luiz Fernando Vaggione, anotou em seu voto que “a frieza e falta de empatia na conduta do peticionário [Suzy] são evidentes. O ofendido [Fábio, o garoto assassinado], menor de apenas 09 anos de idade, era seu vizinho, residindo duas casa após a sua. Ainda assim, de forma absolutamente insensível e apática, com ele praticou crime sexual gravíssimo, matando-o em seguida e deixando seu corpo no interior de sua residência por dois dias”.

A advogada de Suzy informou ao nosso portal que deve se encontrar com sua cliente nesta segunda-feira (9) e que fará um pronunciamento à imprensa entre hoje e amanhã (10).

“Vou conversar com a Suzy e expor o que está acontecendo na mídia. Vou perguntar se ela se sente à vontade para contar o caso que ela cometeu há 10 anos. Eu entendo como funciona a população e vou sim dar um esclarecimento. Eu peço apenas um pouco de paciência”, declarou.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Últimas

Desembargadora entendeu que houve desrespeito ao processo legal durante tramitação na Câmara.

Últimas

Juíza disse que não houve nenhuma mudança que justifique revogação

Judiciário

Defesa alega falta de tempo para analisar laudos juntados ao processo

Economia

Aumento está relacionado à expansão do comércio online, diz associação.

----- CLEVER ADS -----