Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Governo

TSE terá quase R$ 1 milhão para divulgar urnas eletrônicas no exterior

Montante também será usado para custear atividades de observação eleitoral.

Sebastian Ferreira | Flickr

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou nesta última quinta-feira (14) um projeto de lei que abre crédito especial em favor da Justiça Eleitoral no valor de R$ 944,4 mil.

Desse montante, R$ 546,6 mil serão destinados para organismos e entidades internacionais custearem a observação internacional das eleições brasileiras. Outros R$ 397,8 mil arcarão com a divulgação da urna eletrônica no exterior.

A proposta foi encaminhada ao Congresso pelo governo federal. Segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, a medida pretende contribuir com a credibilidade e transparência do pleito eleitoral brasileiro, inclusive do sistema eletrônico de votação.

Em nota, o Palácio do Planalto informou que a abertura de crédito para a Justiça Eleitoral foi possível a partir do cancelamento e remanejamento de outras despesas orçamentárias.

“Por se tratar de simples remanejamento de dotações, a medida não afeta o cumprimento do teto de gastos nem a obtenção de resultado primário”, diz o comunicado.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Chapa havia sido condenada por abuso de poder político em 2018.

Judiciário

Fernando Francischini transmitiu live no dia das eleições questionando segurança das urnas eletrônicas.

Judiciário

Presidente do TSE argumentou a favor da regulamentação de plataformas digitais.

Judiciário

Ministros entenderam serem ilícitas captações feitas sem consentimento dos demais presentes e da Justiça.