Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Governo

Covid-19: mortes caem 14% e casos, 8%, diz Saúde

Engin Akyurt | Unsplash

As mortes causadas pela pandemia da Covid-19 caíram 14% na Semana Epidemiológica 27, de 4 a 10 de julho, em comparação com a semana anterior. As informações estão no mais recente Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde sobre a covid-19.

Na Semana Epidemiológica 27 (SE 27), autoridades de saúde registraram 9.306 pessoas que não resistiram à covid-19, enquanto o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde na semana anterior trouxe 10.852 óbitos.

O resultado representa maior reversão no movimento de retomada do crescimento da curva de óbitos, após uma estabilização em semanas anteriores. Mas o patamar do início de julho ainda está acima do registrado no fim de fevereiro deste ano. A média móvel de mortes na SE 27 ficou em 1.329.

Distribuição dos novos registros de óbitos (A) por covid-19 por semana epidemiológica de notificação | Imagem: Divulgação/Ministério da Saúde

Os novos casos de tiveram queda de 8% na semana do levantamento. Nesse período, foram registrados 326.978 novos diagnósticos confirmados, contra 355.131 na semana anterior. A média móvel de casos (total no período divido por sete dias) ficou em 46.711.

O resultado da SE 27 marca a continuidade da trajetória de queda da curva de casos. A redução dos novos diagnósticos positivos foi iniciada em março, com um revés na SE 13.

Distribuição dos novos registros de casos por covid-19 por semana epidemiológica de notificação | Imagem: Divulgação/Ministério da Saúde

Estados

Na semana de 27 de junho a 3 de julho, sete estados tiveram incremento de casos, dez ficaram estáveis e nove mais o DF experimentaram redução. Os crescimentos mais fortes ocorreram no Acre (19%) e em Goiás (16%). As quedas mais efetivas se deram no Rio Grande do Norte (-43%) e Pará e Paraíba (-29%).

No caso dos novos óbitos, o número de estados com aumento desse índice foi de quatro, enquanto outros quatro ficaram estáveis e dezoito mais o DF tiveram menos mortes em relação ao balanço da semana anterior. Os maiores incrementos aconteceram no Acre (100%) e Rondônia (56%). As reduções mais efetivas foram registradas no Piauí (-61%) e Amazonas (-41%)

Com informações, Agência Brasil.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Mundo

País caiu 58 posições em listagem com mais de 100 nações.

Últimas

Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública diz que país teve 130 mortes/dia em 2021.

Governo

Ingresso no chamado 'clube dos ricos' é caminho natural, avalia o vice-presidente.

Política

Menos de dois meses após flexibilização, uso do item em locais fechados volta a ser exigido.

----- CLEVER ADS -----