Conecte-se conosco

Governo

Ministro das Relações Exteriores diz que Brasil pretende ampliar relações com a China

Publicado

em

Leopoldo Silva | Agência Senado

O ministro das Relações Exteriores, Carlos França, disse nesta quinta-feira (6) que o Brasil pretende ampliar e diversificar as relações econômicas e comerciais com a China.

Em audiência no Senado Federal, o chanceler acrescentou que a relação com o país comandado por Xi Jinping está “entre as prioridades” do governo federal.

Ao iniciar sua fala, ele afirmou que a China é um dos países priorizados pelo Brasil e que, além de ser o maior parceiro comercial, é um dos nossos cinco maiores investidores estrangeiros.

“O comércio bilateral cresceu em 2020, apesar da pandemia, para volume recorde de US$ 102,5 bilhões, com saldo superavitário para o Brasil de US$ 33 bilhões. Queremos um relacionamento econômico e comercial maior e mais diversificado com a China. Nossas exportações, ainda concentradas em poucos produtos primários, poderão expandir-se em quantidade e em variedade”, declarou.

A afirmação foi feita após a presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, Kátia Abreu (PP-TO), ter manifestado preocupação com a possibilidade de as relações entre os dois países serem “vetadas, atrapalhadas ou impedidas”.

Com informações, Agência Brasil.

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).