Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Justiça manda suspender reajuste da Petrobras no preço do gás natural

Aumento anunciado pela estatal entraria em vigor em 1º de janeiro de 2022.

American Public Power Association | Unsplash

A Justiça do Rio de Janeiro concedeu liminar suspendendo o aumento de 50% no preço do gás natural fornecido pela Petrobras à distribuidora Naturgy.

A decisão é do juiz de plantão Andre Felipe Tredinnick, que analisou a ação civil pública movida nesta terça-feira (28) pela Mesa Diretora e pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Na decisão, o magistrado determina que a Petrobras mantenha as condições atuais de fornecimento e preço até que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprecie a representação feita pela concessionária Naturgy e até que sejam reguladas as condições de acesso ao mercado de gás, permitindo assim a instauração de plena concorrência no fornecimento do insumo.

O despacho também recebeu parecer favorável do Ministério Público estadual, ao analisar que o aumento proposto pela companhia pública “representaria verdadeiro caos para o Estado do Rio de Janeiro, impactando toda a população fluminense”.

Leia também: Petrobras vai recorrer de decisão que suspende aumento de gás no Rio

De acordo com o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), a política de preços da Petrobras é um fator que hoje impede a retomada do desenvolvimento do estado. “Não é possível que seja mantida essa escalada de preços”, argumentou.

Na ação, a Alerj afirma que o aumento causaria forte impacto sobre a economia do estado, gerando efeito cascata sobre os custos da indústria, o orçamento do cidadão e o preço do GNV, muito utilizado pelos taxistas e motoristas de aplicativo.

Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Judiciário

Adriana Belém está detida no Instituto Penal Oscar Stevenson, em Benfica.

Últimas

Flagrada com R$ 1,7 milhão, Adriana Belém passou a noite na Corregedoria da Polícia Civil.

Política

Foram apreendidos quase R$ 2 milhões na residência de Adriana Belém

Política

Vereador carioca responde a uma ação no Conselho de Ética por quebra de decoro.