Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Mayra Pinheiro vai à Justiça contra Omar Aziz por danos morais

Secretária participou de programa da Jovem Pan.

Edilson Rodrigues | Agência Senado

A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde, Mayra Pinheiro, afirmou nesta última segunda-feira (26) que acionou a Justiça contra o senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia.

Em entrevista à rádio Jovem Pan, ela comentou sobre a violação de privacidade que sofreu na semana passada, quando teve seus dados pessoais vazados por veículos de imprensa.

De acordo com ela, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que suas informações pessoais fossem preservadas. No entanto, a ordem judicial foi desrespeitada por parlamentares e por parte da mídia brasileira.

“Vídeos foram vazados pela Rede Globo, portal G1 e The Intercept”, declarou. “Isso é crime, é preciso que a população entenda a gravidade dessa situação”, acrescentou.

“Fizemos uma reclamação constitucional no STF pelo descumprimento dessa ordem judicial. Queremos a apuração do delito, uma vez que o senador Omar Aziz é responsável pela guarda dos documentos”, afirmou.

Sobre a ação contra Aziz, Mayra garantiu que pedirá na Justiça indenização por danos morais.

“Não bastasse o desrespeito, com a quebra de sigilo e a divulgação dos dados, o senador continua dando entrevistas para veículos de mídia, criando narrativas mentirosas e dizendo que sou ‘desqualificada tecnicamente’, bem como do ponto de vista moral”, reclamou.

Segundo a secretária, o presidente do colegiado pode ser convocado pela Polícia Federal (PF) a fim de esclarecer a situação sobre o vazamento de informações.

“Ele tem suspeição sobre os próprios atos — responde por inúmeros processos, com vários artigos tipificados como crime”, lembrou. “Eu não respondo a nenhum processo. Então, espero que o senador possa responder por seus crimes e reparar o dano moral que vem me causando”, finalizou.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Congresso

Presidente da Câmara afirma que iniciativa foge ao escopo da CPI.

Congresso

Comissão também enviará relatório final a tribunais internacionais e órgãos de controle.

Congresso

Ele é apontado como sócio oculto da empresa FIB Bank Garantias S.A..

Congresso

Advogado defende a retirada de "poderes imperiais" da PGR e do presidente da Câmara.