Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Portal da Justiça Federal do DF e de 13 estados está fora do ar após suspeita de ataque hacker

Ataque Hacker

O portal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), cuja jurisdição abrange 13 estados e o Distrito Federal, sofreu um ataque hacker nesta sexta-feira (27). A Corte disse ter restringido acesso a todos os seus sistemas a fim de permitir a investigação.

Segundo nota divulgada pelo TRF-1, a medida foi tomada “em decorrência da publicação veiculada em redes sociais de que ocorrera uma invasão ao ambiente tecnológico” do tribunal.

Nesta sexta-feira (27), diversos perfis no Twitter, incluindo contas verificadas de procuradores da República e juízes, compartilharam uma imagem em que um grupo de hackers anuncia a invasão e afirma ter acesso a arquivos em mais de 40 bases de dados do tribunal.

De acordo com a assessoria do TRF-1, “todos os sistemas do tribunal foram colocados em modo restrito para permitir a adequada investigação, sendo que, até o momento, não se identificou nenhum ativo de TI comprometido”.

Além do Distrito Federal, o TRF-1 é responsável por julgar processos dos seguintes estados: Acre, Amazonas, Roraima, Rondônia, Amapá, Pará, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Piauí, Bahia, Minas Gerais e Goiás.

Neste mês, os sistemas judiciais têm sido alvos de diferentes ataques. Um deles, bem-sucedido, chegou a paralisar todos os procedimentos judiciais do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que levaram mais de uma semana para serem restabelecidos. A Polícia Federal (PF) investiga, num inquérito sigiloso, se houve roubo de dados e sua extensão.

No dia 11 de novembro, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) informou que o sistema processual eletrônico foi hackeado. A página de peticionamento foi adulterada e uma crítica à Justiça foi postada. Segundo o tribunal, os processos judiciais e os bancos de dados não foram atingidos.

Em 15 de novembro, no primeiro turno das eleições municipais, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também foi alvo de atividade semelhante, mas a Corte afirma ter neutralizado o ataque que buscou sobrecarregar e derrubar os sistemas da Justiça Eleitoral.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Economia

Mercado financeiro espera por nova alta da Selic para 9,25% ao ano.

Mundo

Nesta terça-feira (30), a Rússia reiterou a parceria estratégica com o Brasil e comemorou a entrada do país, em janeiro de 2022, no Conselho...

Judiciário

Novas diretrizes para realização das provas foram divulgadas em ato normativo do CNJ.

Mundo

Foi "um erro causado por nós próprios", segundo o vice-presidente de Infraestruturas da empresa.