Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Biden apoia ‘legítimo direito de Israel de se defender’

President Joe Biden walks from the State Dining Room of the White House to a podium in the Cross Hall of the White House Thursday, March 11, 2021, to deliver remarks on the one year anniversary of the COVID-19 Shutdown. (Official White House Photo by Adam Schultz)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, manifestou “apoio ao legítimo direito de Israel de se defender” e condenou veementemente os ataques com foguetes lançados pelo movimento islâmico Hamas contra várias cidades israelenses.

A declaração foi registada pela Casa Branca nesta terça-feira (11).

O posicionamento foi anunciado pela porta-voz Jen Psak.

Por meio de uma entrevista coletiva, ela disse que Biden está preocupado com escalada de tensão entre israelenses e palestinos.

“O presidente apoia o direito de Israel de se defender e de defender seu povo. Nós condenamos o lançamento de foguetes pelo Hamas e outros grupos. Jerusalém precisa ser um local de coexistência“, afirmou Psaki.

O Hamas disparou 130 foguetes nesta terça, em direção a Tel Aviv, um dos principais centros urbanos de Israel, e contra a parte central do país.

Segundo a imprensa internacional, ao menos 28 palestinos e duas mulheres judias morreram durante esse confronto, que já considerado um dos piores conflitos dos últimos anos.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Mandatário diz que o assunto é 'especulação' da imprensa.

Governo

Presidente afirmou que ele e seu homólogo americano "comungam da mesma percepção".

Economia

Aumento está relacionado à expansão do comércio online, diz associação.

Política

Foram apreendidos quase R$ 2 milhões na residência de Adriana Belém

----- CLEVER ADS -----