Conecte-se conosco

Mundo

Biden apoia ‘legítimo direito de Israel de se defender’

Publicado

em

Official White House Photo

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, manifestou “apoio ao legítimo direito de Israel de se defender” e condenou veementemente os ataques com foguetes lançados pelo movimento islâmico Hamas contra várias cidades israelenses.

A declaração foi registada pela Casa Branca nesta terça-feira (11).

O posicionamento foi anunciado pela porta-voz Jen Psak.

Por meio de uma entrevista coletiva, ela disse que Biden está preocupado com escalada de tensão entre israelenses e palestinos.

“O presidente apoia o direito de Israel de se defender e de defender seu povo. Nós condenamos o lançamento de foguetes pelo Hamas e outros grupos. Jerusalém precisa ser um local de coexistência“, afirmou Psaki.

O Hamas disparou 130 foguetes nesta terça, em direção a Tel Aviv, um dos principais centros urbanos de Israel, e contra a parte central do país.

Segundo a imprensa internacional, ao menos 28 palestinos e duas mulheres judias morreram durante esse confronto, que já considerado um dos piores conflitos dos últimos anos.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.