Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Centenas de holandeses participam de manifestação em apoio a Israel

Nesta quinta-feira (20), cerca de 500 pessoas de toda a Holanda participaram de uma manifestação em Haia em apoio ao direito de Israel de proteger seus cidadãos dos ataques do grupo terrorista Hamas, segundo informações da RD.

Os participantes do evento, organizado pelo grupo Cristãos por Israel (CVI) e pelo Centro de Informação e Documentação de Israel (CIDI), agitaram bandeiras israelenses com entusiasmo. O clima foi pacífico e com músicas judaicas tocadas por uma banda cristã pró-Israel.

A manifestação contou com um convidado de honra, o embaixador de Israel na Holanda, Naor Gilon.

“Esta é uma demonstração de amor. Não de ódio, a ninguém. […] Estou muito emocionado com o evento”, disse o representante diplomático.

O embaixador também garantiu que transmitirá a “mensagem importante” da manifestação ao governo israelense.

Gilon ressaltou que Israel tem o direito de se defender contra os mais de 4.000 mísseis que o Hamas disparou contra alvos civis com a ajuda do Irã.

Hanna Luden, do CIDI, expressou grande preocupação com o “entendimento incompreensível” na Holanda dos ataques dos grupos terroristas Hamas e Jihad Islâmica. Ela pede aos políticos holandeses que “reflitam no que fazem em vez de criticar”.

“A mídia está espalhando uma falsa imagem da batalha entre Israel e os palestinos, dizem os dois. Israel revida quando é atacado. Não são eles quem começam”, disseram os manifestantes Jacqueline de Geus e Willy Wilschut, ao RD.

Wilschut aponta para um apartamento de um prédio alto e diz: “Você vê aquele prédio? Quando Israel ataca um prédio do Hamas, eles primeiro avisam os residentes. Para prevenir vítimas inocentes, enquanto o Hamas usa civis como escudo humano”.

CIDI | Divulgação

O diretor do CVI, Frank van Oordt, conclamou o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, e o ministro Blok, das Relações Exteriores, a embarcar imediatamente em um avião para Israel para expressar ‘solidariedade’: “Apoiamos Israel”.

Van Oordt exortou o governo a defender a paz e a condenar a violência e o ódio do grupo terrorista Hamas. “O exército israelense está fazendo de tudo para evitar baixas, o Hamas está se escondendo atrás de civis”, declarou.

Ronnie Naftaniel está preocupado com o futuro. “O Hamas reconstruirá Gaza depois de um tempo, enquanto o Irã fornecerá armas ao grupo terrorista. A população sofre com um regime que opta pela guerra em vez da construção”.

O rabino Jacobs questionou se os partidos políticos na Holanda percebem que com sua atitude anti-Israel eles ‘instigam o ódio’ em vez de extingui-lo.

“Os partidos políticos sabem que os muçulmanos pedem o assassinato de judeus em todo o mundo? Na Holanda também?”, perguntou.

O apelo de Jacobs é que em breve haja paz para todos os residentes de Israel, independentemente de suas origens, mas também para os vizinhos de Israel e os civis inocentes de Gaza.

A manifestação ocorre pouco antes de uma discussão de parlamentares sobre a explosão de violência gerada pelos ataques do Hamas a Israel.

O CIDI e o CVI oferecem-lhes um manifesto apelando para evitar a influência das organizações terroristas na Europa, apoiando o país em seu direito à autodefesa e lutando contra o antissemitismo.

Autoridades políticas holandesas de partidos cristãos e de direita também estiveram presentes na manifestação e todos foram presenteados com uma bandeira de Israel.

Parlamentares holandeses sendo presentados com uma bandeira de Israel | Imagem: RD

A manifestação pró-Israel foi uma contrapartida às muitas manifestações pró-Hamas nos últimos dias.

“É por isso que é importante mostrar agora que Israel tem muitos amigos na Holanda”, afirmam o CIDI e o CVI.

“Com isso, queremos enviar um forte sinal ao governo holandês para apoiar Israel, mesmo em tempos difíceis como este. Nós nos conhecemos inexoravelmente ligados ao povo e ao Estado de Israel”, dizem as entidades.

Comentários

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

Mundo

Manifestantes carregavam bandeiras e faixas com dizeres em protesto à pressão exercida pelo governo sobre o povo.

Saúde

Sistema combina três funções importantes: controle motor intuitivo, cinestesia de toque e preensão, a sensação intuitiva de abrir e fechar a mão.

Judiciário

Destino da droga seria o Porto de Rotterdam, na Holanda.

Mundo

Até agora, 2 milhões de pessoas em uma população de 9,3 milhões receberam três doses.