Conecte-se conosco

Mundo

China avança e pode dominar tecnologia mundial, alerta autoridade do Reino Unido

Britânico diz que é preciso que os países democráticos do Ocidente se unam para evitar o domínio do país asiático.

Published

em

Isac Nóbrega | PR

A China, especialmente nos últimos anos, tem causado muita preocupação em diversas lideranças mundiais.

Na semana passada, o Conexão Política registrou a preocupação dos militares dos Estados Unidos após o país asiático gerir um satélite com ‘braço mecânico’ capaz de ‘agarrar’ satélites e gerar danos irreversíveis, disse o comandante do Comando Espacial dos EUA, general James Dickinson, ao Congresso americano

Desta vez, a preocupação alcançou Jeremy Fleming, uma das autoridades mais importantes do Reino Unido no segmento de inteligência artificial.

Recentemente, Fleming afirmou que o Ocidente precisa tomar todas as providências necessárias para impedir que a China domine tecnologias essenciais e, consequentemente, acabe dominando o controle de operação global de sistemas.

“Uma liderança significativa em tecnologia está se movendo no Leste. A preocupação é que o tamanho e o peso tecnológico da China signifique que ela tem potencial para controlar o sistema operacional global”, afirmou ao participar de um evento no Imperial College, na última sexta-feira (23).

Ele, que é diretor da agência de espionagem da “CIA do Reino Unido”, alertou que os países democráticos ainda enfrentam grandes dificuldades pelo controle da inteligência artificial, biológica e genética.

“Temos de estar preparados contra a ofensiva de adversários que podem usar um computador quântico de modo a olhar coisas que atualmente pensamos estarem seguras”, completou.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.