Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Kim Jong-un diz que vai priorizar alimentos e economia em 2022

Ditador norte-coreano admitiu “condições difíceis” ao longo de 2021.

Reprodução

O ditador norte-coreano Kim Jong-Un colocou a economia à frente de um discurso para definir a agenda articuladora do país, informou a mídia estatal da Coreia do Norte.

Em vez das posições políticas sobre diplomacia, ele se concentrou em destacar temáticas sobre alimentação e desenvolvimento econômico em uma plenária do Partido dos Trabalhadores da Coréia.

A empobrecida nação com armas nucleares está sob um rígido bloqueio imposto pela crise sanitária da Covid-19, cuja disseminação abalou profundamente a economia da Coreia e a deixou lutando ainda mais contra a escassez de alimentos.

Em discurso, o ditador foi incisivo ao falar sobre o cenário do país ao longo de 2022.

“A principal tarefa do nosso partido e do povo no próximo ano é fornecer uma garantia segura para a implementação do plano de cinco anos e trazer uma mudança notável no desenvolvimento do estado e no padrão de vida do povo”, disse Jong-Un à Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

O ditador descreveu projetou o ano 2022 como uma grande luta de vida ou morte, apontando uma “importante tarefa de fazer um progresso radical na solução do problema da alimentação, vestuário e moradia para as pessoas”, segundo a KCNA.

A pandemia e o resultante fechamento das fronteiras abalaram a Coreia do Norte, registrando sua maior contração econômica em mais de duas décadas em 2020, conforme dados do banco central sul-coreano.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Mundo

Comunicado foi feito fora do país; presidente americano está em Seul, na Coreia do Sul.

Mundo

Regime comunista ordenou isolamento a mais de 187 mil pessoas no país.

Mundo

É o quarto lançamento de armas neste mês

Mundo

Informação é das Forças Armadas da Coreia do Sul e do Japão