Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Laboratório chinês vai desenvolver versão atualizada da CoronaVac contra a Ômicron

Sinovac anunciou que fará vacina adaptada à nova cepa da Covid-19.

Emanuel Borges da Silva | Flickr

A vacina CoronaVac está se mostrando eficaz contra a variante Ômicron da Covid-19, afirmou nesta terça-feira (7) Weidong Yin, presidente do laboratório chinês Sinovac, responsável pelo desenvolvimento da substância.

Apesar disso, segundo ele, o laboratório trabalha no desenvolvimento de um imunizante específico para a nova cepa da doença.

Weidong Yin deu as declarações durante simpósio realizado no Instituto Butantan sobre a CoronaVac, vacina envasada no Brasil pelo instituto paulista e que deu a largada na campanha nacional de vacinação no Brasil em janeiro deste ano.

“Vimos o surgimento de variantes da Covid, e a Ômicron nos preocupa tanto. A vacina tem-se provado eficaz contra essa variante, e estamos desenvolvendo um novo imunizante com base na variante”, declarou o presidente da Sinovac, segundo nota divulgada pelo Butantan.

Após adquirir 100 milhões de doses da CoronaVac, o Ministério da Saúde não fez mais compras da vacina para o Programa Nacional de Imunização (PNI), alegando que só adquirirá imunizantes que tenham o registro definitivo na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A CoronaVac tem, por ora, apenas autorização para uso emergencial, e o Butantan ainda não pediu ao órgão regulador o registro definitivo da vacina.

O Butantan chegou a solicitar à agência autorização para uso em crianças e adolescentes de 3 a 17 anos, mas o órgão rejeitou a solicitação sob o argumento de que dados necessários para a análise não foram entregues pelo instituto.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Saúde

Segundo o Centro de Vigilância Epidemiológica, não há relação entre a substância e o quadro clínico.

Mundo

Decisão foi tomada pelo republicano em seu primeiro dia de mandato.

Política

Petição foi apresentada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos.

Últimas

A possibilidade será discutida hoje, segundo o ministro da Saúde