Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Líbano restabelece energia depois de apagão de 24 horas

País vive crise sem precedentes que atinge toda a economia.

Yash Patel | Unsplash

A rede elétrica no Líbano foi parcialmente restabelecida neste domingo (10), após o blackout de sábado, com a produção de eletricidade sendo possível graças ao fornecimento de diesel pelo Exército.

“O Exército entregou diesel, dividido igualmente entre as centrais de Deir Ammar e Zahrani”, permitindo o fornecimento de algumas horas de eletricidade por dia, informou o Ministério da Energia, em comunicado.

Envolto numa crise sem precedentes, descrita pelo Banco Mundial como uma das piores da história mundial desde 1850, o Líbano sofre há vários meses racionamento de energia, que chega a ultrapassar 22 horas por dia, lutando para importar combustível, num contexto de colapso histórico da moeda nacional e de esgotamento das divisas estrangeiras.

Ontem, o país ficou, pela segunda vez desde o início de outubro, totalmente sem abastecimento de eletricidade, depois de duas grandes centrais elétricas terem deixado de funcionar por falta de combustível, segundo a empresa nacional Electricité du Liban (EDL).

Os cortes paralisam a vida da população e de vários setores vitais da economia, enquanto os gestores de geradores privados também racionam o abastecimento a negócios, hospitais e habitações, à medida que o combustível vai escasseando.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Mundo

Altas temperaturas geraram aumento na demanda para resfriar residências e empresas.

Últimas

Setor elétrico trabalhou para superar problema, diz ministro de Minas e Energia

Saúde

No país, 85% da matriz de eletricidade são renováveis.

Governo

Governo afirma que medida não implica em renúncia de contribuição.