Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Líbano restabelece energia depois de apagão de 24 horas

País vive crise sem precedentes que atinge toda a economia.

Yash Patel | Unsplash

A rede elétrica no Líbano foi parcialmente restabelecida neste domingo (10), após o blackout de sábado, com a produção de eletricidade sendo possível graças ao fornecimento de diesel pelo Exército.

“O Exército entregou diesel, dividido igualmente entre as centrais de Deir Ammar e Zahrani”, permitindo o fornecimento de algumas horas de eletricidade por dia, informou o Ministério da Energia, em comunicado.

Envolto numa crise sem precedentes, descrita pelo Banco Mundial como uma das piores da história mundial desde 1850, o Líbano sofre há vários meses racionamento de energia, que chega a ultrapassar 22 horas por dia, lutando para importar combustível, num contexto de colapso histórico da moeda nacional e de esgotamento das divisas estrangeiras.

Ontem, o país ficou, pela segunda vez desde o início de outubro, totalmente sem abastecimento de eletricidade, depois de duas grandes centrais elétricas terem deixado de funcionar por falta de combustível, segundo a empresa nacional Electricité du Liban (EDL).

Os cortes paralisam a vida da população e de vários setores vitais da economia, enquanto os gestores de geradores privados também racionam o abastecimento a negócios, hospitais e habitações, à medida que o combustível vai escasseando.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Saúde

No país, 85% da matriz de eletricidade são renováveis.

Governo

Governo afirma que medida não implica em renúncia de contribuição.

Política

Medida ainda precisa ser aprovada pela Assembleia Legislativa.

Mundo

Aquisição foi feita por uma empresa controlada pelo Estado chinês.