Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Em meio a novo lockdown, maior cidade da China relata primeiras mortes por covid

Moradores de Xangai estão confinados em suas casas há pelo menos três semanas.

Liam Sun | Flickr

As autoridades de Xangai registraram nesta segunda-feira (18) as primeiras três mortes por covid-19 do mais recente surto na cidade, que está sob confinamento rígido, o lockdown, há pelo menos três semanas.

O governo local disse que os três infectados que foram a óbito eram idosos, tinham comorbidades como diabetes e hipertensão e não estavam totalmente vacinados.

“Após entrar no hospital, a condição de saúde de cada um se agravou, e acabaram por morrer, apesar de várias tentativas para salvá-los”, afirmou Wu Ganiu, integrante da Comissão de Saúde da região.

Desde o início da pandemia, a totalidade de mortes na China aumenta assim para 4.641. O regime comunista defende uma estratégia de “tolerância zero”, que inclui o isolamento de todos os casos positivos, o bloqueio de cidades inteiras e o fechamento de inúmeros setores da economia.

Na cidade de Wenzhou, por exemplo, o Estado permitiu a oferta de recompensas de até 50 mil yuans (cerca de 36 mil reais) por denúncias sobre moradores que esconderem seu estado de saúde.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Política

Menos de dois meses após flexibilização, uso do item em locais fechados volta a ser exigido.

Saúde

Todas hipóteses sobre surgimento do vírus permanecem à mesa, garantiu o diretor da entidade.

Mundo

Um ano atrás, a entidade considerou a hipótese como "extremamente improvável".

Mundo

No país comunista, o setor automotivo foi o mais afetado pelo fechamento da economia.