Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Muçulmanos sequestram e espancam evangelista cristão na Noruega, exigindo que ele se converta ao Islã ou morra

Quatro muçulmanos sequestraram e espancaram um evangelista cristão, enquanto ele estava pregando e orando pelos doentes em uma rua de Trondheim, na Noruega, na semana passada.

Segundo o Norge Idag, o evangelista Roar Fløttum havia participado de uma reunião de oração na igreja a que pertence em Trondheim. Após a reunião, ele geralmente sai pela cidade para compartilhar o evangelho de Cristo e orar pelos enfermos.

Roar Fløttum foi abordado pelos muçulmanos, quando um deles pediu que ele os acompanhasse para orar por um amigo que havia machucado o pé. Em vez disso, eles o sequestraram e o levaram a um quintal próximo, onde os homens o empurraram para baixo de uma escada da adega, o espancaram, roubaram e ameaçaram matá-lo se ele não se convertesse ao Islã.

“Eles me disseram para dar a eles meu cartão bancário, códigos, celular e ID da Apple. Eles me mantiveram refém por uma hora, enquanto usavam meu cartão. Eles roubaram cerca de 10.000 coroas [pouco mais de 4.200 reais]”, disse Fløttum ao Norge Idag.

“Enquanto eles me mantiveram lá, eles me ameaçaram e disseram que me matariam se eu não me convertesse ao Islã. Eles queriam que eu dissesse algumas palavras em árabe. Eu estava com medo e realmente pensei que eles me matariam porque disseram que tinham uma faca e não queriam testemunhas”, disse Fløttum.

Mesmo após a ameaça, caso Fløttum fosse à polícia, o evangelista registrou um Boletim de Ocorrência.

A polícia está investigando o caso. Ninguém foi preso ainda, segundo a chefe da Guarda do Crime da delegacia do centro da cidade de Trondheim, Britt Enmo. Ela disse que a polícia está usando alguns recursos no caso.

“É um incidente sério. O assalto foi duro”, disse Enmo.

A polícia norueguesa está coletando vídeo de câmeras de vigilância na área onde ocorreu o crime.

“Temos esperanças de que as câmeras nos digam algo sobre os autores”, disse Enmo.

O evangelista disse que sempre está nas ruas e nunca havia experimentado algo assim.

“É um pouco cedo para dizer se estou sentindo algum sentimento traumático, mas pelo menos não tenho planos de me conter. Eu só quero falar sobre o amor de Deus para outras pessoas”, disse Fløttum ao Norge Idag.

Comentários

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

Mundo

Autoridades do país não descartam ter sido alvo de terrorismo.

Mundo

Em 1º de julho, o Partido Comunista Chinês (PCC) celebrou 100 anos no poder. Para muitos, um século de miséria para o povo chinês....

Mundo

Por meio de uma carta aberta, veiculada na última sexta-feira (21), sete pastores evangélicos cubanos pedem a libertação de cidadãos presos por motivos políticos...

Mundo

O pastor canadense Artur Pawlowski foi preso no sábado (8) por realizar um culto religioso que violava as novas ordens de restrições relativas às...