Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Trump se reúne com jovem de 18 anos que foi absolvido após reagir a agressões nos EUA

Júri de Wisconsin reconheceu que Kyle Rittenhouse não fez nada de errado e o considerou inocente.

Divulgação | Internet

O ex-presidente Donald Trump recebeu a visita de Kyle Rittenhouse, jovem de 18 anos que foi absolvido de todas as acusações depois de reagir a agressões em um protesto do movimento esquerdista Black Lives Matter (BLM).

De acordo com o republicano, Kyle é um “bom garoto” e “nunca deveria ter passado por isso”. O rapaz foi ao resort do magnata, na Flórida, na terça-feira (23).

Em declaração ao canal Fox News, Trump afirmou: “Ele ligou. Ele queria saber se poderia vir, dizer olá, porque é meu fã. […] Ele é um bom garoto. Acabou de sair de Mar-a-Lago [resort] há pouco tempo e nunca deveria ter passado por isso [julgamento]”.

Após a absolvição, que ocorreu na semana passada, o ex-mandatário saiu em defesa de Rittenhouse e o parabenizou por ter sido inocentado.

“Parabéns a Kyle Rittenhouse por ser inocentado de todas as acusações. Isso se chama ser inocente — e, a propósito, se isso não é legítima defesa, nada é!”, disse, na ocasião.

Nas redes sociais, o filho mais velho do ex-chefe da Casa Branca, Donald Trump Jr., publicou uma foto de seu pai ao lado do jovem com a legenda “GOATs”, acrônimo para “greatest of all times”, que significa o “maior de todos os tempos” em tradução livre.

Entenda o caso

Em agosto de 2020, Rittenhouse matou dois homens e feriu um terceiro durante um protesto organizado pelo Black Lives Matter contra a morte de um homem negro baleado pela polícia durante abordagem.

O ato, na ocasião, foi marcado por tumultos, vandalismos e saques. Com a situação fora de controle e o “clima de guerra” instaurado na região, publicações nas redes sociais convocaram “patriotas” para irem até Kenosha a fim de “proteger as vidas e as propriedades”.

Na época com 17 anos, ele saiu de Illinois armado com um rifle semiautomático, o que levou o Ministério Público a acusá-lo de provocar a violência.

A defesa do jovem, por sua vez, sustentou que seu atos estiveram dentro do conceito americano de legítima defesa, uma vez que ele precisou reagir para salvar a própria vida após ser chutado, atingido na cabeça com um skate e ter uma arma apontada para sua cabeça.

Os dois homens que foram mortos eram brancos, assim como o que foi ferido — e o próprio Rittenhouse, agora livre de todas as acusações da promotoria.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Mundo

Presidente dos EUA garantiu que agirá 'rapidamente' se uma atualização da vacina for necessária.

Mundo

Casa Branca incluiu 12 empresas do país asiático em lista negra comercial.

Mundo

País comunista se opõe 'firmemente' e afirma que Biden comete 'erro' ao acenar para a ilha.

Mundo

Declaração foi proferida durante participação em uma entrevista virtual.