Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Turquia poderá reunir todo o mundo muçulmano contra Israel

Imagem: Reprodução

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu Jerusalém como capital de Israel nesta quarta-feira (06/12).

A informação foi repassada aos palestinos pelo pelo porta-voz de Abbas, Nabil Abu Rudeineh, que disse que os palestinos advertiram Trump sobre “os perigos de tal passo”. O Hamas, grupo terrorista que controla a Faixa de Gaza, já havia prometido iniciar uma intifada.

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que o país poderia quebrar todos os laços diplomáticos com Israel casos os Estados Unidos levassem adiante essa decisão.

Em pronunciamento, ele ameaçou: “Senhor Trump, Jerusalém é a linha vermelha para os muçulmanos. É uma violação da lei internacional tomar uma decisão apoiando Israel enquanto as feridas da sociedade palestina ainda estão sangrando”. Ele também fez uma clara ameaça: “Seguiremos com esta situação até o final. Se esse passo for dado, entre 5 e 10 dias reuniremos a Organização para a Cooperação Islâmica em Istambul. E não será apenas isso… Mobilizaremos todo o mundo muçulmano para eventos significativos. Continuaremos a nossa luta, com determinação, até o fim”.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Mundo

O incidente foi o segundo ataque na região em quatro dias.

Mundo

Até agora, 2 milhões de pessoas em uma população de 9,3 milhões receberam três doses.

Mundo

O Ministério das Relações Exteriores emitiu nota nesta segunda-feira (14) saudando o novo governo de Israel, encabeçado pelo novo primeiro-ministro Naftali Bennet. Conforme noticiado...

Mundo

Após 12 anos no cargo de primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, de 71 anos, deixou o comando do país neste domingo (13). O Parlamento...