Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Bolsonaro se pronuncia após prisão de Milton Ribeiro: ‘Ele que responda pelos atos dele’

Operação ‘Acesso Pago’ investiga a prática de tráfico de influência e corrupção no MEC.

PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta quarta-feira (22), que a prisão preventiva do ex-ministro Milton Ribeiro, da Educação, é um sinal de que a Polícia Federal (PF) tem autonomia em seu governo.

“O caso do Milton, pelo que eu estou sabendo, é aquela questão que ele estaria com uma conversa meio informal demais com pessoas de confiança dele. E daí houve denúncia que ele teria buscado prefeito, gente dele para negociar, para liberar recurso, isso e aquilo. O que acontece: nós afastamos ele. Se tem prisão, é Polícia Federal. É sinal que a Polícia Federal está agindo”, declarou o chefe do Executivo federal em entrevista à rádio Itatiaia.

Na sequência, o mandatário destacou que a ação desta quarta evidencia o que ele tem dito: de que não há interferência na corporação.

“Ele [Milton Ribeiro] que responda pelos atos dele. É sinal que não interfiro na PF”, acrescentou Bolsonaro.

Conforme registrou o Conexão Política, o ex-integrante do governo é suspeito de ter favorecido os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura na liberação de verbas do MEC. Na manhã de hoje, 22, foi alvo de prisão após um mandado expedido pela Justiça Federal.

Para mais informações, eis a matéria sobre o caso.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Os dois principais nomes aparecem isoladamente na liderança da corrida ao Planalto.

Política

Comunicadora diz cortes do governo federal em verbas de publicidade incomodam os meios de comunicação.

Política

Defesa de Milton Ribeiro afirma que recebeu com surpresa a decisão.

Governo

Presidente afirma que segue confiando em ex-ministro investigado pela PF.