Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

TRF-4 reduz penas de Gim Argello, Léo Pinheiro e ex-executivos da UTC na Lava Jato

A sessão, que havia sido adiada no dia 19 do último mês,  foi retomada nesta terça-feira (7) em Porto Alegre.

No julgamento, a 8ª Turma do TRF-4 reduziu as penas do ex-senador Gim Argello, do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, e mais dois ex-executivos da UTC Engenharia Ricardo Ribeiro Pessoa e Walmir Pinheiro Santana. Todos haviam sido condenados pelo juiz Sérgio Moro na Operação Lava Jato.

  • Gim Argello: pena reduzida de 19 anos de prisão para 11 anos e 8 meses — condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro;
  • Léo Pinheiro: pena reduzida de 8 anos e 2 meses para 5 anos, 6 meses e 3 dias — condenado por corrupção ativa e lavagem de dinheiro;
  • Ricardo Pessoa: pena reduzida de 10 anos e 6 meses para 7 anos — condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro;
  •   (Devido ao acordo de delação premiada, o empreiteiro cumpre pena em regime aberto diferenciado, que implica em proibição de viajar ao exterior, de mudar de domicílio e de se ausentar por mais de 15 dias sem a autorização da Justiça.)
  • Walmir Pinheiro Santana: pena reduzida de 9 anos, 8 meses e 20 dias para 6 anos e 2 meses —  condenado por corrupção ativa e lavagem de dinheiro.
Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Política

Agentes cumprem mandados em quatro estados e no Distrito Federal

Judiciário

Empresário é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Política

O ex-treinador da seleção brasileira de futebol Vanderlei Luxemburgo é pré-candidato a senador em Tocantins, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB). Segundo informações do site...

Judiciário

Para o juiz do caso, denúncia do MPF é "genérica" e investigadores não provaram delitos.

----- CLEVER ADS -----