Conecte-se conosco

Política

“Vai ficar chorando até quando?”, publica Arthur do Val sobre Bolsonaro

Postagem foi questionada nas redes sociais.

Published

em

Carol Jacob | Alesp

O pré-candidato ao governo do estado de São Paulo, Arthur do Val (DEM), usou as redes sociais para alfinetar o presidente Jair Bolsonaro.

Ao responder uma publicação do mandatário sobre a causa da internação —reflexo da facada de 2018— Arthur usou frases que já foram proferidas por Bolsonaro no contexto da pandemia:

“E daí“, “Para de ser maricas“, “Vai ficar chorando até quando?“, escreveu.

Do val, que atualmente é deputado estadual, foi leito na ‘onda bolsonarista’ em 2018. Ele e os demais colegas do Movimento Brasil Livre (MBL) romperam com Bolsonaro no ano seguinte, assumindo protagonismo na oposição em diversas pautas do governo federal.

Além disso, nomes ligados ao MBL formam um ‘superpedido’ de impeachment ao lado do PT e outros partidos de espectro político da esquerda.

A publicação do parlamentar não repercutiu bem, e rapidamente recebeu enxurrada de críticas. Vale destacar, inclusive, que Arthur do Val se solidarizou com Bruno Covas (in memorian), quando o então prefeito de São Paulo foi internado para dar prosseguimento ao tratamento na luta contra o câncer.

“Melhoras ao Bruno Covas. Força na luta contra essa doença terrível!!!“, escreveu, na época.

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) foi um dos nomes a questionar a incoerência do deputado, que não se solidarizou da mesma forma com o chefe do Executivo.

“Que comportamento de caráter baixo, Arthur. Ele está indo para nova cirurgia, já quase morreu algumas vezes pelo ódio de um grupo político que você já desprezou um dia”, disparou.

O líder do governo na Câmara, major Vitor Hugo (PSL-GO), também interveio, dizendo que Arthur é ‘doente’.

Confira a repercussão:

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.