Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Saúde

Diretor da OMS elogia Brasil por doação de vacinas: “Vai acelerar o fim da pandemia”

Tedros Adhanom Ghebreyesus agradeceu pela oferta de 10 milhões de doses para países pobres.

UN Geneva | Flickr

O diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, comemorou nesta última quinta-feira (23) a doação brasileira de 10 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 para o consórcio Covax Facility.

Pelo Twitter, o chefe da entidade afirmou que a medida “irá acelerar o fim da pandemia” e agradeceu às autoridades do governo brasileiro.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, respondeu ao post de Adhanom dizendo que somente haverá segurança contra o vírus quando todos estiverem seguros.

“O Brasil está muito satisfeito em contribuir com a Covax Facility, unindo esforços aos esforços globais de vacinação contra Covid-19. Só estaremos seguros quando estivermos todos seguros”, escreveu.

Além das 10 milhões de doses iniciais, mais 20 milhões de doses podem ser doadas posteriormente, totalizando ao menos 30 milhões de unidades cedidas pela administração brasileira.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Mundo

Regime comunista ordenou isolamento a mais de 187 mil pessoas no país.

Últimas

Presidenciável do PDT entrou em isolamento e suspendeu viagens por uma semana.

Política

Tedros Adhanom se pronunciou em uma rede social em meio a discussões nos EUA.

Economia

Questão financeira ocupa o primeiro lugar na lista de temores da população para 2022.