Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Brasil e Guiana reforçam suas forças de defesa

Foto: Reprodução

Dois dias após o site “O Antagonista” informar que as Forças Armadas brasileiras têm informação de que a Venezuela planeja tomar à força a região de Essequibo que pertence à Guiana, o Brasil e a Guiana acordaram em reforçar suas áreas de defesa.

O presidente da Guiana juntamente com seu ministro de Justiça e Segurança conversaram com o ministro de Defesa do Brasil, Raul Jungmann Pinto. 

O Governo Brasileiro “está pronto” para repassar os termos e formatos de como os dois países podem cooperar na área de segurança.

 “Estamos dispostos a revisar qualquer tipo de comunicação. Faremos este adjunto com as forças militares locais, as quais posteriormente consultarão altas autoridades “, sustentou.

“Como ministro de Defesa, tenho a responsabilidade sobre o Exército, a Marinha e a Força Armada. Por isso que qualquer ajuda que possamos fornecer à Guiana, é só nos avisarem”, acrescentou Pinto após a reunião com as autoridades da ilha.

O presidente da Guiana, David Granger, confia no Brasil para uma eventual disputa com a Venezuela pelo território de Essequibo.

Comentários

Jornal digital comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | FALE CONOSCO: contato@conexaopolitica.com.br

Mundo

Ele falou após a oração do Angelus, na Praça de São Pedro

Mundo

Pauta pró-vida foi uma das principais bandeiras de Bolsonaro em campanha eleitoral de 2018.

Últimas

Balanço foi divulgado pelo Ministério da Saúde.

Governo

Portaria interministerial com as novas diretrizes foi publicada no Diário Oficial.