Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Fachin faz duras críticas à operação no Jacarezinho e propõe instalação de GPS em viaturas e câmeras na farda de policiais

Julgamento da ação sobre as operações no RJ acabará no dia 28.

Julgamento da ação sobre as operações no RJ acabará no dia 28.

O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), fez duras críticas à operação realizada na favela do Jacarezinho e propôs uma série de medidas que visam controlar as supostas violações aos direitos humanos pela polícia do estado.

Ao todo, onze pontos foram propostos para a elaboração de um planejamento contra a letalidade policial, que inclui a criação de um comitê de avaliação de operações das forças de segurança; a instalação de GPS nas viaturas e câmeras, com gravação de áudio e vídeo, na farda dos policiais, além de uma solicitação para que o Ministério Público Federal investigue operações policiais em comunidades do Rio de Janeiro de agora em diante.

O ministro quer, inclusive, que o MPF investigue se a operação descumpriu a ordem anterior do STF que havia restringido as ações em favelas durante a pandemia.

A manifestação de Fachin consta voto proferido nesta sexta-feira (21) em julgamento virtual de um recurso sobre as operações policiais em favelas do Rio de Janeiro.

“Não há dúvidas que esses relatos devem ser minuciosamente apurados e confrontados com a ordem proferida pelo Tribunal. Eles ilustram, de modo trágico, o impacto da contínua realização de operações policiais, muito embora tenha o Tribunal assentado sua excepcionalidade”, escreveu o ministro.

“Quer pelo número alarmante de fatalidades, quer pela inefetividade do cumprimento dos mandados, há indícios de que não houve o devido planejamento para a realização da operação”, destacou o magistrado.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Em nova manifestação, Nogueira cobra implantação de propostas feitas pela pasta.

Judiciário

Presidente do TSE afirma trabalhar contra “vírus da desinformação” no Brasil.

Economia

Aumento está relacionado à expansão do comércio online, diz associação.

Política

Foram apreendidos quase R$ 2 milhões na residência de Adriana Belém

----- CLEVER ADS -----