Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

NASA e INPE desmentem fake news sobre suposto aumento de queimadas

Segundo a Nasa, embora “observações por satélite indicaram que a atividade total de incêndio na bacia amazônica estava ligeiramente abaixo da média em comparação com os últimos 15 anos.”

Dados oficiais do INPE mostram que o presidente Bolsonaro vem mantendo a mínima histórica de queimadas no Brasil.

Os veículos tradicionais de comunicação vem insinuando que o número é o maior dos últimos anos. Fake news!

Na verdade, é o menor registro de queimadas desde 1998.

No mês em que historicamente é registrado um vasto aumento nos focos de incêndio, os dados do INPE asseguram que a situação atual do Brasil segue abaixo da média em comparação aos outros anos.

Ainda de acordo com INPE, a nuvem que cobriu o estado de São Paulo é um fenômeno que já ocorreu em 2010 e 2017, e decorre de dois fatores: a entrada de uma frente fria e fumaça vinda do sudeste da Bolívia.

Deste modo, os dados científicos apontam claramente que 2019 não é um ano de extrema queimada.

NASA

A Agência Espacial dos Estados Unidos (NASA) divulgou uma foto que mostra a concentração de queimadas nos estados de Rondônia e Amazonas, na Região Norte do País.

Segundo a NASA, embora a atividade de queimadas tenha sido alta nos últimos dias, as observações por satélite indicaram que a atividade total de incêndio na bacia amazônica está abaixo da média em comparação com os últimos 15 anos.

Confira a nota na íntegra aqui!

Comentários

Jornal digital comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | FALE CONOSCO: contato@conexaopolitica.com.br

Mundo

Agência reguladora de imprensa aplicou pena de R$ 29 mil ao veículo.

Política

Em nota, corporação nega que a reunião entre Bolsonaro e embaixadores tenha causado insatisfação entre militares.

Congresso

Proposta de urgência foi rejeitada pelo plenário na semana passada.

Política

Plataformas digitais manifestam preocupação sobre avanço do projeto.

----- CLEVER ADS -----