Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Indignação toma conta das redes sociais após Toffoli suspender investigação contra Serra

Após o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), suspender as investigações da Operação Lava Jato sobre o senador José Serra (PSDB), uma onda de repúdio tomou conta das redes sociais.

Conforme vem noticiando o Conexão Política, a PF apura suposto caixa dois numa campanha do tucano.

Há também outra investigação que apura suposto crime de lavagem de dinheiro em obras do Rodoanel Sul, em São Paulo, quando ele era governador.

Contudo, Toffoli deferiu uma liminar nesta quarta-feira, 29, para suspender “toda a investigação deflagrada” pela 6ª Vara Criminal de São Paulo contra o senador.

“Defiro a liminar para suspender, até a análise do caso pelo eminente relator, toda a investigação deflagrada em trâmite no Juízo Federal da 6ª Vara Criminal da 1ª Subseção Judiciária de São Paulo”, assegurou Toffoli.

“Por consequência, todos os bens e documentos apreendidos deverão ser lacrados e imediatamente acautelados, juntamente com eventuais espelhamentos ou cópia de seu conteúdo, caso tenham sido realizados”, acrescentou.

A liminar é válida até o relator do caso, ministro Gilmar Mendes, analisar o caso.

Indignação nas redes

Após a decisão, deferida às 16h56, uma onda de repúdio tomou contas das redes sociais.

No Twitter, por exemplo, internautas teceram fortes críticas contra a medida do ministro.

Os termos ‘Toffoli’, ‘STF’, ‘Serra’ ocuparam os assuntos da plataforma na noite de ontem (29).

Confira abaixo alguns comentários:

https://twitter.com/RafaelCapalbo/status/1288813963946397696

https://twitter.com/Jouberth19/status/1288690693251256320

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Judiciário

Notícia-crime foi apresentada pelo presidente há menos de 24 horas.

Economia

Aumento está relacionado à expansão do comércio online, diz associação.

Política

Foram apreendidos quase R$ 2 milhões na residência de Adriana Belém

Política

Prazo também vale para pagamento da primeira cota

----- CLEVER ADS -----