Conecte-se conosco

Últimas

Justiça condena Mangueira por barrar foliona impedida de desfilar por ser branca

Published

em

A escola de samba Mangueira foi condenada pela Justiça a pagar uma indenização no valor de R$ 10 mil a uma foliona que foi barrada, por ser branca, no desfile de 2015. A informação é do O Globo.

Segundo o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), a foliona foi impedida de se juntar aos demais componentes da ala do desfile. Os dirigentes da Mangueira teriam alegado que o local se destinava apenas a mulheres negras.

De acordo com o processo, a foliona havia viajado de Barra Mansa, região sul do Rio de Janeiro, para a capital fluminense especialmente para o desfile, cujo enredo era “Agora chegou a vez vou cantar: mulher de Mangueira, mulher brasileira em primeiro lugar”.

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).