Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Maduro paralisa aulas e dia de trabalho por apagão que dura mais de 16 horas na Venezuela

Ditador Maduro diz que está sendo controlada pelos EUA.

Ditador Maduro diz que está sendo controlada pelos EUA.

Na tarde desta última quinta-feira, um corte de energia foi registrado em toda a Venezuela, registrou a imprensa venezuelana.

O apagão teve início às 16h50 (17h50 em Brasília). E já dura mais de 16 horas.

Parte do metrô de Caracas também parou de funcionar.

No Twitter, o presidente autoproclamado Juan Guaidó escreveu:

“Como você diz a uma mãe para cozinhar, uma pessoa doente que depende de uma máquina, um trabalhador que deve trabalhar em um país sem luz?”.

E acrescentou:

“É claro que a ausência de luz é resultado da usurpação. Vamos seguir em frente. Durante nossa turnê no sul, buscamos apoio para enfrentar essa crise”.

A empresa estatal Corpoelec alegou, pelo Twitter, que houve sabotagem na usina hidrelétrica de Guri.

Delcy Rodriguez, vice-presidente do ditador, comunicou que Maduro suspendeu as aulas e o dia de trabalho hoje para facilitar os esforços de recuperar o fornecimento de energia elétrica no país”.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Últimas

Imigrantes percorrem milhares de quilômetros para fugir do regime bolivariano.

Mundo

Com taxa de 6,7% em março, Argentina se torna o país com maior alta de preços na América Latina.

Últimas

Guerra na Ucrânia desencadeou crise mundial e pode afetar o agro brasileiro.

Mundo

Altas temperaturas geraram aumento na demanda para resfriar residências e empresas.