Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Maia diz que Executivo e Legislativo devem dialogar para evitar que STF decida sobre vacina

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça-feira (27), que o Executivo e o Legislativo precisam dialogar e decidir sobre a obrigatoriedade ou não da vacina contra a Covid-19.

Segundo ele, é preferível que os dois poderes da República assumam a decisão para que não seja necessário que o STF defina a pauta em questão.

“A questão da obrigatoriedade pode ser debatida. A questão da vacina deveria ser tomada pelo Legislativo e pelo Executivo. Seria melhor do que uma decisão tomada pelo STF”, disse o deputado em entrevista.

De acordo com Maia, ele mesmo já conversou com o presidente Jair Bolsonaro e ambos chegaram ao entendimento de que é necessário “sentar e resolver esse problema”.

“Não podemos deixar esse vácuo para que mais uma vez o Judiciário decida, e o Legislativo e o Executivo fiquem reclamando de ativismo do Judiciário”, acrescentou.

O parlamentar também comentou sobre o que pensa a respeito da compra de vacinas de um laboratório chinês, a Coronavac.

Ele disse o papel de aprovação é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Não depende de nenhum de nós. Não devemos aprovar nada se existe um órgão independente para tomar essa decisão. Todas as vacinas serão bem-vindas após aprovadas pelo órgão regulador”, finalizou.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Mundo

Cientista-chefe disse que não há razão para 'pânico' e que a situação é 'diferente' de 1 ano atrás.

Mundo

Nesta terça-feira (30), a Rússia reiterou a parceria estratégica com o Brasil e comemorou a entrada do país, em janeiro de 2022, no Conselho...

Saúde

Empresa alemã que desenvolveu a substância junto com a Pfizer divulgou nota oficial.

Governo

Pasta também determinou a redução do intervalo entre as aplicações.