Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Cidade mais rica do país, São Paulo tem 66 mil pessoas sem teto, aponta ONG

Número é quase 3 vezes maior do que o registrado no último censo oficial, realizado em 2019.

Luis H. Blanco | Flickr

Todos aqueles que já viajaram à capital paulista tendem a ficar espantados com a quantidade de pessoas morando nas ruas da cidade.

Em qualquer região da metrópole é possível encontrar homens, mulheres e até crianças sem um teto para morar. Trata-se de um problema de décadas que, até hoje, não foi solucionado.

Mas você já parou para pensar qual o número exato de pessoas que vivem nessa condição? A cada quatro anos, a prefeitura realiza uma espécie de censo para contabilizar essa situação.

Em 2019, na última edição da pesquisa, o Executivo municipal apontou que 24.344 pessoas estavam em situação de rua, sendo 11.693 acolhidas em abrigos.

No entanto, um levantamento divulgado pelo Movimento Estadual da População em Situação de Rua (MEPSR-SP) garante que o número é bem maior do que o divulgado oficialmente.

Segundo os cálculos da organização, existem 66.280 moradores de rua na cidade mais rica do país – índice quase 3 vezes maior do que o registrado pelo Estado. O cálculo do MEPSR-SP considera os atendimentos para documentação e a entrega de marmitas.

Após ser procurada, a prefeitura de São Paulo declarou que, por conta da pandemia, o censo do município foi antecipado e “já está em andamento”, mas não informou quando a sondagem será publicada.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).