Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Membro da equipe de Trump, Peter Navarro, publica relatório massivo em que alega provar fraude eleitoral e a vitória de Trump

O membro da equipe do presidente Donald Trump, Peter Navarro, publicou um terceiro relatório sobre as eleições presidenciais americanas de 2020, em que alega provar a fraude eleitoral e a vitória de Trump.

Segundo o The Gateway Pundit, o The Populist Press publicou um artigo, em 14 de janeiro, a respeito deste relatório de Navarro alegando que Trump teria sido o vencedor por direito e que teve a eleição roubada dele por democratas e ativistas que cometeram fraudes eleitorais em grande escala em todo o país.

Juízes nos principais estados de disputa das eleições americanas aparentemente se recusaram a ouvir, optando por rejeitar as ações judiciais relativas a fraudes assim que foram abertas.

Segundo o The Populist Press, o Volume 3 do Relatório Navarro foi elaborado para servir de ponto culminante para o que tem sido uma análise abrangente da questão: ‘a eleição presidencial de 2020 foi roubada de Donald Trump?’. Neste relatório foram elaboradas “receitas” estatísticas mais atualizadas com relação ao número potencial de votos ilegais em cada estado de campo de batalha”.

“O objetivo mais amplo desta edição final do Relatório Navarro é fornecer aos investigadores uma contagem bem documentada de votos potencialmente ilegais em uma base ‘estado por estado’ e ‘categoria por categoria’. Essa contagem é apresentada na Figura 1 na página 3 deste relatório. Observe que cada número nesta figura tem uma nota final 9nas páginas 13 e 14) correspondente identificando a origem do número. Observe ainda que adotamos uma abordagem conservadora na contagem de votos potencialmente ilegais”, continua o relatório.

“Ao considerar essas verdades, nunca nos esqueçamos de duas coisas: (1) O Partido Democrata e seus operativos roubaram as Eleições Presidenciais de 1960 – aconteceu então e pode acontecer novamente; e (2) levou décadas para os historiadores finalmente reconhecerem a versão de 1960 da Imaculada Decepção em face do mesmo tipo de sinalização de virtude e cancelar pressões culturais que estamos testemunhando hoje”, diz o relatório.

Abaixo, a imagem do relatório de Navarro, que segundo ele, mostram todas as irregularidades e ilegalidades de acordo com os estados:


“Sem uma investigação completa, nós, como nação, corremos o risco de institucionalizar um sistema eleitoral fraudado no qual um grande segmento da América não terá mais fé. É por isso que ‘tirar a limpo’ a eleição presidencial de 2020 não envolve apenas Donald J. Trump, mas sim algo muito maior e de muito mais importância – o futuro de nosso sistema eleitoral, a percepção pública desse sistema e, em última análise, o futuro de nossa República livre e democrática”, conclui o relatório.

Com informações, Navarro Report, Tea Party, The Gateway Pundit, e The Populist Press.

Comentários

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

Saúde

Sistema combina três funções importantes: controle motor intuitivo, cinestesia de toque e preensão, a sensação intuitiva de abrir e fechar a mão.

Governo

Segundo o governo, trata-se de um ataque ransomware, em que os invasores geralmente pedem dinheiro em troca de dados sequestrados.

Judiciário

Ela é acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido.

Judiciário

Ex-deputado foi preso por decisão do ministro Alexandre Moraes, do STF.