Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Cresce o número de brasileiros que desconfiam da contagem de votos nas eleições

Maioria acredita no sistema, mas 36% acreditam que não é confiável; em janeiro, eram 27%.

TRE Paraná | Flickr

A pesquisa PoderData feita entre 22 e 24 de maio deste ano aponta um aumento na quantidade de brasileiros que não confiam na contagem de votos durante as eleições.

De acordo com a sondagem, a proporção de cidadãos que desconfiam das urnas eletrônicas subiu para 36%. Em janeiro, o índice era de 27%. O levantamento também afirma que o grupo que acredita no sistema eleitoral é maioria, sendo 58% da população. No início do ano, eram 57%.

Foram realizadas 3 mil entrevistas em 301 municípios localizados nas 27 unidades federativas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança em 95%. O registro da pesquisa é BR-05638/2022. Eis a íntegra.

Apesar do crescimento do número de pessoas no país que desconfiam da apuração de votos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garante que jamais foi registrada nenhuma fraude desde a implantação das urnas eletrônicas, em 1996.

Em julho do ano passado, o ministro Luís Roberto Barroso, então presidente da Corte eleitoral, disse que o sistema é integro, atualizado e permitiu a alternância do poder no regime democrático.

Divulgação | PoderData

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Política

Segmento foco da pesquisa representa cerca de 17 milhões de pessoas ou 8% da população brasileira.

Política

Adesão do grupo protestante tem sido cada vez maior em torno do atual chefe do Executivo federal.

Política

Ambos somam 38% das intenções de voto, aponta Gerp.

Política

Margem de erro mostra igualamento pontual entre os dois adversários.

----- CLEVER ADS -----