Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

TSE manda recontar votos para vereador em cidade da Bahia

Corte cassou registro e diploma de candidatos envolvidos em fraude de cota de gênero.

Roberto Jayme | TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por maioria, decidiu pela retotalização dos votos para vereador nas Eleições Municipais de 2020 em Jacobina (BA).

O plenário considerou nulos os votos obtidos pelo partido Progressistas (PP) e cassou registros e diplomas dos candidatos envolvidos em fraude de cota de gênero mediante registro fictício de candidaturas femininas. A decisão é de terça-feira (10).

De acordo com a Agência Brasil, o TSE considerou ainda que quatro candidatas do PP ao cargo de vereadora, Lorena Velloso, Renata Santos, Valeria Leite e Vanubia Rios, devem ficar inelegíveis por oito anos.

Os ministros acompanharam o voto de Alexandre de Moraes, que divergiu do relator do caso, ministro Sérgio Banhos. Em sua análise, Banhos rejeitou o recurso e manteve a decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) que julgou a ação de investigação judicial eleitoral improcedente.

No entanto, para Moraes, a fraude contra a cota de gênero foi clara, uma vez que as candidatas não receberam nenhum voto, nem delas mesmas. O partido também teria apresentado prestação de contas similar para as quatro candidatas, sem comprovação de gastos ou apresentação de material de campanha.

Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Judiciário

Eleitores poderão comunicar à Justiça Eleitoral a disseminação de fake news.

Política

Magistrado vai substituir o ministro Edson Fachin.

Política

Nova regra permite que duas ou mais siglas atuem em conjunto.

Últimas

Plataforma se comprometeu a investigar violações de termos de uso.