Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Congresso

Barros diz que vai à Justiça contra CPI: “Relação agora é com meus advogados”

Segundo o deputado, a comissão do Senado “extrapola, exagera e mente”.

Rodrigo Nunes | MS

O deputado e líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), afirmou nesta quinta-feira (19) que ingressará na Justiça contra a condução dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19.

Segundo o congressista, o colegiado do Senado “não encontrará nenhuma ligação” dele com a empresa Precisa Medicamentos. “Todas as pessoas ouvidas no caso Covaxin negaram minha participação”, declarou.

De acordo com Barros, “a CPI extrapola, exagera e mente, mas agora a condução da relação com a CPI é com meus advogados”.

Mais cedo, a quebra de sigilo fiscal do parlamentar foi aprovada pela comissão. A ação se deu um dia após Ricardo Barros ter sido incluído na lista de investigados da CPI.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Fux diz que eventual derrubada de plenário virtual pode trazer 'colapso' ao Judiciário.

Congresso

Há pelo menos quatro pedidos de abertura de investigação na Casa.

Judiciário

Ministro conduzirá trabalhos do colegiado por um ano, a partir de agosto.

Congresso

Instalação do colegiado ainda depende de Pacheco, que precisa ler o documento em plenário.

----- CLEVER ADS -----