Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Congresso

Câmara adia votação de parecer do voto impresso auditável

Proposta tem sido amplamente defendida por técnicos e peritos.

BRASÍLIA, DF, BRASIL, 12-09-2014, 10h30: O Tribunal Regional Eleitoral do DF começa a lacrar e carregar as urnas que serão enviadas para votação no exterior. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A comissão especial da Câmara dos Deputados que visa analisar o voto impresso auditável adiou nesta sexta-feira (16) a votação do parecer favorável do relator, deputado Filipe Barros (PSL-PR), sobre o tema.

A decisão foi confirmada pelo presidente do colegiado, deputado Paulo Eduardo Martins (PSC-PR), sob protesto de parlamentares da oposição, que insistiam em votar a pauta ainda hoje.

“Essa é uma prerrogativa do relator, conforme o artigo 57, inciso 11, do regimento interno. Eu concedo o prazo para o relator fazer ajustes no texto até a próxima sessão ordinária”, disse Martins, encerrando a reunião.

Com o decisão, a votação foi postergada para o dia 5 de agosto, período próximo ao final do recesso parlamentar, que inicia no dia 18 de julho e vai até o dia 1º de agosto.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Congresso

Presidentes afirmam que o caso das emendas do relator é assunto interno do Legislativo.

Governo

Montante também será usado para custear atividades de observação eleitoral.

Judiciário

Bruno Bianco enviou parecer em ação ajuizada pelo PDT.

Congresso

Presidente da Câmara articula medida para conter avanço do valor do litro da gasolina e do gás.