Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Errata

Embaixador japonês diz que diversas empresas do Japão e do mundo querem investir no Brasil

Colton Jones | Unsplash

Após a medida do presidente Jair Bolsonaro que isentou os japoneses da exigência do visto de turismo e de negócios, o embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, voltou a dizer que aumentou o número de executivos japoneses interessados em desembarcar no país para conhecer melhor os brasileiros, seus projetos e assim realizar grandes investimentos.

Akira fez questão de enfatizar que tais investimentos estão integralmente ligados às reformas da Previdência e Tributária em tramitação no Congresso Nacional.

Ele diz que o mundo espera que Bolsonaro mude a realidade do Brasil e adote liberação da economia e política de livre comércio.

Ainda segundo Akira, o Japão olha para o Brasil com muita ‘expectativa’ e ‘entusiasmo’.

Em março, ao ser entrevistado pela Agência Brasil, o embaixador afirmou:

Se a política se estabiliza e a economia caminhar bem não só as empresas japonesas, mas muitas companhias do mundo terão muito interesse em investir no Brasil.

De acordo com o representante diplomático, há cerca de 700 empresas japonesas atuando no Brasil.

Compartilhamos valores fundamentais básicos como democracia, direitos humanos e justiça. Queremos desenvolver ainda mais essa parceria não só no contexto bilateral mas nos fóruns internacionais.

CORREÇÃO

O Conexão Política errou ao veicular o título “700 empresas japonesas querem investir no Brasil com expectativa ao governo Bolsonaro”. Após mais informações sobre a declaração, corrigimos para “Embaixador japonês diz que diversas empresas do Japão e do mundo querem investir no Brasil”.

Comentários

Jornal digital comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | FALE CONOSCO: contato@conexaopolitica.com.br

Mundo

País caiu 58 posições em listagem com mais de 100 nações.

Economia

Desocupação no país foi a 9,8%, no mais baixo patamar desde 2016.

Últimas

Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública diz que país teve 130 mortes/dia em 2021.

Economia

Estudo divulgado pelo Ipea utiliza como base os dados da Pnad Contínua, do IBGE.

----- CLEVER ADS -----