Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Mundo

Israel passa a aplicar terceira dose da vacina em público a partir de 12 anos

Até agora, 2 milhões de pessoas em uma população de 9,3 milhões receberam três doses.

Jernej Furman | Flickr

Israel começou neste domingo (29) a oferecer dose de reforço contra a Covid-19 para jovens a partir de 12 anos, e o primeiro-ministro do país, Naftali Bennett, disse que uma campanha que começou há um mês com essa estratégia para os idosos desacelerou a taxa de doenças graves causadas pela variante Delta.

Ao anunciar a decisão, autoridades de saúde israelenses disseram que a eficácia da segunda dose da vacina da Pfizer-BioNTech diminuiu seis meses após a administração, tornando necessária a aplicação de um reforço.

“A terceira dose nos leva ao nível de proteção alcançado pela segunda dose logo depois de aplicada”, disse Sharon Alroy-Preis, chefe de saúde pública do Ministério da Saúde de Israel.

“Isso significa que as pessoas estão dez vezes mais protegidas após a terceira dose da vacina”, acrescentou ela em entrevista coletiva, na qual foi anunciada a expansão da campanha pela terceira dose.

Os elegíveis para a terceira dose podem recebê-la desde que pelo menos cinco meses tenham se passado desde a segunda injeção – um período de tempo menor que o intervalo de oito meses em vigor nos Estados Unidos, que está considerando reduzir o tempo de espera.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Saúde

Nova versão feita pela Moderna consiste em uma dose de reforço bivalente.

Mundo

Ao menos 84 casas foram invadidas em Guangzhou; governo distrital pediu desculpas.

Política

Menos de dois meses após flexibilização, uso do item em locais fechados volta a ser exigido.

Mundo

Um ano atrás, a entidade considerou a hipótese como "extremamente improvável".

----- CLEVER ADS -----