Conecte-se conosco

Mundo

Netanyahu ignora pressão de Biden e diz que Israel continuará bombardeando o Hamas

Publicado

em

Amos Ben Gershom | GPO

Durante telefonema nesta quarta-feira (19), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, que aguarda “diminuição significativa” no conflito com o Hamas.

Na ocasião, o mandatário norte-americano pediu ao líder israelense que caminhe para um cessar-fogo.

De acordo com o canal CNBC, foi a quarta vez que os chefes de Estado conversaram desde o início das tensões na Faixa de Gaza.

Apesar do diálogo entre os dois, Netanyahu garantiu que seguirá em frente com a ofensiva militar contra os terroristas, segundo informações da agência de notícias Associated Press.

Trata-se da primeira divergência pública entre os dois governantes sobre a questão envolvendo a Palestina.

Ainda com base na CNBC, Netanyahu afirmou que o Hamas “está profundamente inserido em áreas civis” e usa pessoas como escudos humanos.

A declaração foi proferida durante encontro com embaixadores da Rússia, China, Índia, Alemanha, Áustria, Austrália, Japão, Brasil, Canadá e Itália.

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).