Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Congresso

Após Dominguetti exibir áudio na CPI, senadores da oposição falam em ‘testemunha plantada’

Depoimento movimentou andamento da Comissão.

Senadores da oposição estão inconformados com as declarações de Luiz Paulo Dominguetti, representante da empresa Davati Medical Supply.

Conforme registramos, Dominguetti exibiu um áudio na CPI da Covid no Senado e sugeriu que o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) tentou intermediar compra de vacinas contra a covid-19.

A reprodução do áudio gerou bate-boca entre parlamentares da oposição e da base governista.

Por causa disso, alguns parlamentares estão cogitando que a atitude do depoente teria sido ‘plantada’ na comissão.

Dominguetti foi convocado para depor sobre a acusação feita, em entrevista à Folha de S. Paulo, sobre um suposto esquema de corrupção nas negociações de 400 milhões de doses de vacina da AstraZeneca contra a covid-19 pelo Ministério da Saúde.

Na CPI, Dominguetti afirmou que a Davati recebeu contato de Luis Miranda querendo intermediar compra de vacinas.

Segundo ele, o áudio mostra uma fala de Miranda com o CEO da Davati no Brasil, identificado por Dominguetti como Cristiano.

Ainda de acordo com a fala, o tal Cristiano lhe enviou o áudio no dia em que Miranda esteve na CPI ‘depondo contra o presidente’.

Diante do tumulto, a CPI apreendeu o celular de Luiz Paulo Dominguetti. A decisão foi motivada por dúvidas sobre o contexto do áudio em questão.

Assista ao vídeo abaixo:

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Judiciário

Corte seguiu PGR, que avaliou não existirem indícios que justifiquem abertura de ação penal.

Congresso

Leitura dos requerimentos em plenário será feita ainda esta semana.

Congresso

Há pelo menos quatro pedidos de abertura de investigação na Casa.

----- CLEVER ADS -----