Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Congresso

Impeachment de Moraes: Pacheco diz que medida não contribui para o país

Ação já era esperada pelo chefe do Executivo.

Marcos Oliveira | Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), realizou um pronunciamento na noite desta quarta-feira, 25.

Na ocasião, conforme antecipou o Conexão Política, ele comunicou a rejeição em torno de um pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes.

Segundo Pacheco, a pauta não contribui para pacificar o país e, além disso, não fortalece a relação dos três Poderes.

“Quero crer que essa decisão possa constituir um marco de restabelecimento das relações entre os Poderes, da pacificação e da união nacional que tanto reclamamos, que tanto pedimos, porque é fundamental para o bem-estar da população brasileira e a possibilidade de progresso e de ordem do nosso país”, disse.

Ainda de acordo com ele, o documento chegou a ser enviado à Advocacia-Geral do Senado, que não considerou ‘justa causa’ para o afastamento de Moraes.

Em seguida, enquanto anunciava a decisão, ele acrescentou:

“Esse é o aspecto jurídico, mas há também um aspecto importante, que é o da preservação de algo fundamental ao Estado de direito e à democracia, a separação dos Poderes. A necessidade de que esta independência de cada um dos Poderes seja garantida e que haja convivência a mais harmoniosa possível entre esses Poderes. Portanto, além do lado técnico e jurídico, a que estou adstrito e devo ser obediente porque cumpro a Constituição e a lei, há também o lado político, a oportunidade dada para restabelecer as boas relações entre os Poderes”.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Presidente do Senado fez alusão a JK e disse ser o 'início de um caminho de reconstrução' do país.

Congresso

Pré-candidato ao Planalto disse estar pronto para ser 'protagonista de um projeto' em 2022.

Política

Senador discursou na COP26, evento mundial sobre o clima promovido pela ONU.

Congresso

Mesmo com a liberação, parlamentar não poderá se comunicar em redes sociais.