Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Congresso

Randolfe Rodrigues quer instaurar impeachment contra Augusto Aras

Senador chamou o PGR de ‘serviçal de Bolsonaro’ e o acusou de não cumprir as funções do cargo.

Waldemir Barreto | Agência Senado

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) anunciou nesta sexta-feira (4) que colherá assinaturas para instaurar processo de impeachment contra o procurador-geral da República, Augusto Aras. De acordo com o congressista, o chefe do Ministério Público Federal (MPF) se comporta como “um serviçal de Bolsonaro”.

De acordo com uma apuração feita pelo Conexão Política, o senador está descontente pelo fato de a Procuradoria-Geral da República (PGR) não ter tomado providências contra o chefe do Executivo no âmbito das acusações feitas pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia.

“Sr. Augusto Aras, se digne a assumir a chefia do MPF, e não mais a função de serviçal de Bolsonaro. Aras passou de todos os limites! Nesta semana, começarei a coleta de assinaturas para pedir o impeachment e o afastamento do PGR que não exerce suas funções!”, escreveu o parlamentar em uma rede social.

É a segunda vez que Randolfe se refere ao PGR como “serviçal” do presidente. Na quarta (2), o senador criticou o pedido de Aras que quis intimar Omar Aziz (PSD-AM) e Renan Calheiros (MDB-AL) para explicar o uso de dados sigilosos durante uma das oitivas da CPI.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

PGR foi a Tabatinga, onde participou de reuniões sobre o caso Bruno Pereira e Dom Phillips.

Últimas

Procurador-geral não discutiu o mérito da questão, apenas alegou duplicidade de procedimentos.

Política

Presidente recorreu à PGR após ação ser rejeitada pelo Supremo.

Política

Ação protocolada por presidente foi rejeitada no Supremo Tribunal Federal.