Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Congresso

Renan chama Lira de golpista, que rebate: “De dar golpe, você entende”

Rivais na eleição em Alagoas, congressistas trocaram farpas por meio das redes sociais.

Imagens: Roque de Sá e Pedro França (Agência Senado)

Uma decisão proferida pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) provocou troca de farpas entre o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e o senador Renan Calheiros (MDB-AL).

A Corte derrubou uma liminar de primeira instância que suspendia a realização de eleição indireta para mandato-tampão de governador e vice, marcada para a próxima segunda-feira (2) na Assembleia Legislativa do estado (ALE).

“A independência dos poderes é sagrada. Quarteladas, afrontas aos poderes e desacato às decisões judiciais são condutas de tiranos em qualquer lugar. O TJ/AL acaba de incinerar o golpe de Arthur Lira para impedir a eleição para o governo de Alagoas na forma da Constituição”, escreveu Calheiros nas redes sociais.

A eleição indireta em Alagoas havia sido programada por conta da renúncia do ex-governador Renan Filho (MDB), que deve disputar uma vaga para o Senado em outubro. O vice já havia saído do cargo em 2020 para concorrer à prefeitura de Arapiraca, no interior.

A ação contra a realização do pleito foi ajuizada pelo PSB, partido do prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, aliado de Lira em Alagoas. Após a publicação de Renan, o presidente da Câmara respondeu ao post, afirmando que o cacique do MDB interfere no Judiciário.

“Sobre dar golpes, o senador Renan Calheiros entende bem. Foi assim que ele tentou conduzir o Congresso Nacional e, várias vezes, desrespeitou decisões judiciais. Em Alagoas, achaca e interfere nos poderes, desrespeita a vontade popular e quer fazer do Estado a extensão do seu latifúndio. Não conseguirá!”, rebateu.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Congresso

Presidente da Câmara criticou pressão e disse que não há necessidade de se manifestar a todo momento.

Política

Episódio virou motivo de acusações e piadas entre a base governista.

Congresso

Nos bastidores, o clima de atrito vem diminuindo.

Congresso

Presidente da Câmara sugeriu tributar lucro dos acionistas e investigar diretores.

----- CLEVER ADS -----