Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Economia

Empresas suecas no Brasil cresceram na pandemia e querem permanecer no país

90% das mais de 200 companhias esperam aumentar volume de negócios em 2021.

Louis Tricot | Unsplash

Um levantamento recente sobre o clima de negócios no Brasil apontou que 70% das mais de 200 empresas suecas em atuação no país tiveram resultados positivos no ano passado, mesmo com a crise provocada pela pandemia da Covid-19.

A mesma sondagem aponta que nove em cada dez companhias esperam um crescimento no volume de negócios em 2021. Mais do que isso, nenhuma delas pretende deixar o mercado tupiniquim.

A pesquisa foi conduzida pela Embaixada da Suécia em parceria com a Business Sweden Brazil e a Câmara de Comércio Sueco-Brasileira e apontou o resultado como surpreendente.

Participaram da enquete grandes companhias suecas, como ABB, Assa Abloy, Atlas Copco, Electrolux, Ericsson, Saab, Sandvik, Scania, SKF, Volvo e Tetra Pak.

Vale lembrar que o Brasil é o maior parceiro comercial da Suécia na América Latina. Aqui, os investimentos do país europeu empregam 70 mil pessoas e geram receitas de cerca de 100 bilhões de reais anuais.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Governo

Ministro procurou minimizar origem dos investimentos internacionais. Segundo ele, capital chinês já se faz presente no Brasil há muito tempo.

Economia

Alta foi puxada por expansão de 29,3% nos investimentos.

Economia

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse nesta última sexta-feira (14) que as concessões de ativos públicos à iniciativa privada deverão render ao...

Últimas

Recursos financeiros beneficiarão cerca de 2,3 mil estabelecimentos, fortalecendo o SUS