Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Economia

Mercado aéreo brasileiro ganhou 3 companhias durante pandemia

No mesmo período, apenas uma empresa informou que não vai mais operar no país.

Pedro Bonatto | Flickr

Durante a crise sanitária provocada pela Covid-19, o Brasil ganhou três companhias aéreas e perdeu uma, segundo informações divulgadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

De março de 2020 até o presente momento, o órgão aprovou a entrada da empresa Itapemirim (para voos domésticos) e das companhias Southern Air e Sky Airline Peru (para voos internacionais). Por outro lado, a Alitalia deixará de operar no próximo dia 15.

A expectativa da agência é fazer a avaliação dos pedidos de atuação no país em voos domésticos de outras três empresas: Nella Linhas Aéreas, Regional Linhas Aéreas e Asa Linhas Aéreas. No destino internacional, a Anac também deve analisar o pleito da Eastern Airlines.

Em que pese o saldo positivo com a entrada dessas companhias, o setor ainda não recuperou os patamares pré-pandemia, principalmente em relação a voos internacionais. Com relação a voos domésticos, a projeção é que o fluxo retorne durante a alta temporada de verão, entre dezembro e janeiro.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Política

Serão leiloados 15 aeroportos no Norte, Sudeste e Centro-Oeste

Últimas

Concessões devem render R$ 8,6 bilhões em investimentos privados nos próximos 30 anos.

Governo

Agência criou gabinete de crise para reacomodar passageiros.

Economia

Alta foi puxada por expansão de 29,3% nos investimentos.

----- CLEVER ADS -----