Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Alexandre de Moraes revoga prisão do jornalista Oswaldo Eustáquio

Ministro afirma que detenção foi para evitar “agressões e ameaças contra a democracia” no 7 de setembro.

Reprodução

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou a prisão do jornalista Oswaldo Eustáquio. A decisão foi proferida no dia 9, quatro dias depois de a detenção ter sido ordenada pelo próprio magistrado.

A soltura foi confirmada pela defesa do jornalista. No documento, Moraes afirma que após o feriado de 7 de setembro não havia mais elementos que justificassem a prisão. Antes das manifestações, o ministro considerava que Eustáquio estava incitando ‘atos antidemocráticos’.

“Decretei a prisão preventiva de Oswaldo Eustáquio por entender, na ocasião, haver a presença dos requisitos legais para garantia da ordem pública, com base na situação fática de então, em especial o fato de o investigado incitar a realização de atos violentos e antidemocráticos no feriado de 7 de setembro, bem como de auxiliar a divulgação de mensagens criminosas de outro investigado, também direcionadas ao referido feriado, por meio de lives”, diz trecho do despacho.

Quando Moraes cita “outro investigado” ele está se referindo ao caminhoneiro Marcos Gomes, conhecido como Zé Trovão, que também está na mira do inquérito sigiloso que tramita na Suprema Corte. Eustáquio e Trovão não chegaram a ser capturados, pois estavam no México quando a prisão foi decretada.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

7 dos 11 ministros já manifestaram votos contrários.

Últimas

Para o general, a decisão do STF contra o deputado está "em desacordo com o devido processo legal".

Judiciário

Ferramenta priorizará ações com assuntos de igualdade de gênero e mudanças climáticas.

Governo

Deputado foi condenado pelo STF a 8 anos e 9 meses de prisão