Conecte-se conosco

Judiciário

Aras quer esclarecimentos sobre operação no Jacarezinho

Publicado

em

José Cruz | Agência Brasil

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PSC), informações sobre a operação policial na favela do Jacarezinho.

O PGR também requereu esclarecimentos ao Ministério Público do Rio (MPRJ). O prazo para o envio das manifestações é de cinco dias úteis.

Ao receber as informações, Aras deverá avaliar se houve descumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que proibiu as operações no estado fluminense e tomará medidas cabíveis.

Conforme decisão proferida pela Suprema Corte no ano passado, as ações poderão ser deflagradas somente em casos excepcionais. A polícia ainda deverá justificar as medidas por escrito e comunicá-las ao Ministério Público, órgão responsável pelo controle externo da atividade policial.

A operação no Jacarezinho está sendo questionada por diversas entidades de direitos humanos, pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pela Defensoria Pública estadual.

Segundo a Polícia Civil, o objetivo da operação era combater grupos armados de traficantes de drogas vinculados à facção Comando Vermelho que estariam aliciando crianças para o crime.

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).