Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Ex-deputada Flordelis é presa no Rio de Janeiro após decisão da Justiça

Ela é acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido.

Claudio Andrade | Agência Câmara

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) decretou, nesta sexta-feira (13), a prisão da ex-deputada federal Flordelis (PSD-RJ).

Ela é acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo.

Agentes da Polícia Civil chegaram na residência dela por volta de 18h30. A ex-parlamentar foi às redes sociais e divulgou um vídeo pedindo orações.

“Olá, gente. Chegou o dia que ninguém desejaria chegar. Estou indo presa por algo que eu não fiz, por algo que eu não pratiquei. Eu não sei para quê, mas estou indo com força e com a força de vocês. Orem por mim. Orem, orem. Uma corrente de oração na internet. Busquem a Deus, está bom? Um beijo, amo vocês”, declarou.

Mais cedo, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) pediu à Justiça a prisão preventiva da ex-congressista. Logo após o pleito do MP, os advogados de defesa ingressaram com pedido de habeas corpus preventivo para tentar evitar a detenção.

Na última quarta-feira (11), conforme noticiado pelo Conexão Política, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 437 votos a 7, a cassação do mandato de Flordelis por quebra de decoro parlamentar.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Economia

Aumento está relacionado à expansão do comércio online, diz associação.

Política

Foram apreendidos quase R$ 2 milhões na residência de Adriana Belém

Política

Prazo também vale para pagamento da primeira cota

Política

Operação Calígula cumpre 29 mandados de prisão